O Crochetique começa assim.

Acho crochê o máximo, pois permite você fazer mil coisas diferentes, antigas ou novas. Existem padrões clássicos, ultra-modernos, simples, sóbrios. Eu, por exemplo, cada dia tenho uma paleta de cores distintas na cabeça...tem momentos que quero somente o branco, dias somente colorido. Assim, vamos tecendo, tecendo e tecendo...

Mas nem só de crochê poderá viver o Crochetique, pois o mundo craft está aí.  E a internet nos seduz a cada momento a fazermos mais e mais coisas diferentes, por isso podem surgir coisitas com tinta, tecido, linhas de bordar, tricô e tudo o mais.

Sou apaixonada por almofadas, colchas e coisinhas para casa e casamento. Tento sempre seguir padrões simples e seguindo a máxima divulgada pelo arquiteto Mies Van Der Rohe, "Less is More", amo os quadradinhos da Vovó (Granny Squares). Assim vem a primeira de todas. 







Ela mede 45X45 cm e foi tecida com uma linha que parece barbante.  

Comentários

  1. Sua almofada ficou linda, Renata! Eu também acredito que o simples é sempre mais chic... Eu procuro trabalhar dentro desse conceito, no entanto vez ou outra tenho os meus momentos de loucura... Sei que estou andando no fio de uma navalha e tomos meus cuidados para não me cortar :-))))
    Amiga você já viu um post que fiz sobre Quadradinho de Crochê com Emenda Perfeita?
    http://falandodecrochet.blogspot.com.br/2011/08/mais-3-dicas-para-square-de-croche-sem.html
    Depois passe por lá e veja. Vou aguardar sua opinião. Meus squares antigos também ficavam aparecendo a emenda... Depois disso nunca mais...
    Beijos e mais uma vez Sucesso!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Artesanato para casamento. Etapa 1- Coração.

Comer, ler e crochetar

"Um caso perdido" - Colleen Hoover