Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Mais um modelo de frô do casório!

Imagem
Gente, eu juro que esse é o último modelo de flor.

Eu optei pelo modelos mais simples, uma vez que precisávamos fazer muitos em muita quantidade.

Eu sonhava que eu estava enrolando, enrolando flores, até o Mateus (meu sobrinho) entrou na dança sob a ameaça de que eu deixaria o tio com ele.

Mas o visual ficou maravilhoso...fizemos bolas pequenas com fita e estas ficaram penduradas nos bancos da igreja e duas bem grandes para a mesa do bolo.

A noiva enlouquecida e dando graças a Deus que a primeira tinha acabado!



Essas pequenas foram as bolas dos bancos da igreja! Então agora vamos de disse-me-disse e que venha o pap...
1- Corte um círculo em espiral 

2- Ele fica assim 3- Daí você dobra a pontinha e e começa a enrolar

4- Vc já vai ter o formato da rosa de feltro

5- o Fundo fica assim

6- Para fixá-la, você coloca uns pinguinhos de cola quente. E está prontinha!




Sim é simples assim, para fazer as bolas é só fixar em uma bola de isopor ou em qualquer outro suporte.
Você pode até mesmo faze…

Eu vejo flores em você! - Casamento

Imagem
Fala aí galera,

como eu sempre falei e não tive muito tempo de mostrar este blog é cercado de muitos mistérios entre o céu e a terra que sonha a nossa vã filosofia, como já dizia Shakespeare. 
Não me dedico única e exclusivamente ao crochê e o casório que foi bonito por demais, sô! doida hoje.
Fiz outras coisas pro casamento, muitas outras. E resolvi fazer um combo de postagens com as artesanias do casório! Primeiro porque tive que pesquisar muito para sair do jeito que eu queria e aquilo que eu não achava referência tive que colocar os neurônios para pensar e mãos à obra. 
Ai fica sempre aquela mesma história, mas eu não tenho tempo e nem habilidade, para de reclamar eu hein! Tem sempre uma tia, avó e amiga, e se não tiver me escreve que a gente dá um jeito nisso!
A história de hoje tem a ver com fuxico, sim é aquela rodinha de tecido que antigamente as vós emendavam para fazer uma colcha que nunca mais tinha fim. Nenhuma das minhas avós faziam, mas eu tive duas tias que me iniciaram…